Nova mulher nos foi dada

Nova mulher nos foi dada

No dia da Imaculada Conceição de Maria (08.12), a Liturgia da Palavra nos apresentou na primeira leitura a história da queda do ser humano no pecado. Vimos que por meio da mulher e do homem a morte como salário do pecado entra no mundo e se estenderá a toda humanidade como sua hereditária herança (Gênesis 3,9-15.20)

Neste drama, Deus aparece procurando o homem, “onde está?”. O homem tinha se escondido, porque estava nu e passou a fugir da presença de Deus por causa do erro cometido. Procurando a quem culpar, Adão disse: “A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi.” O homem culpa indiretamente a Deus pelo seu erro. Pela mulher que Deus o deu entrou o pecado no mundo.

Mas, Deus irá responder a esta provocação do homem, dando-lhe uma nova mulher pela qual entraria a salvação no mundo. Maria se apresenta como a “Nova Eva”, a nova mulher, preparada para que fosse mãe digna do Cristo, sem a mancha do pecado original, enriquecida com a plenitude da graça de Deus. Ela foi preparada pelo próprio Deus para que o erro da primeira mulher não viesse a se repetir.

Se Deus deu a primeira mulher ao homem e essa o levou ao erro, Deus em Cristo, no alto da cruz deu à humanidade uma nova mulher, totalmente diferente da primeira. “Filho, eis aí tua mãe, mãe eis aí teu filho”. Esta leva o homem à salvação.

Nisso entendemos um pouco da importância de Maria na história da salvação. Ela se apresenta como “co-rendentora”.

O anjo diante de Maria se encherá de admiração e dirá: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>